comunicativa.associados
Sala de Imprensa
08h41

DIA DE PREVENÇÃO A ACIDENTES DE TRABALHO: AÇÕES ADOTADAS PELO SETOR DE RH SÃO ESSENCIAIS

Data é celebrada no próximo dia 27 de julho

Compartilhe
Tamanho da Fonte

Pela primeira vez após dez anos, foi registrado um aumento de 7% na quantidade de acidentes de trabalho na Bahia. Os dados de 2018 mostram o
crescimento em comparação com o ano anterior - foram 17.481 acidentes, contra 16.332 em 2017. A pesquisa, do Observatório de Segurança e Saúde no
Trabalho, plataforma online do Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), chama um alerta
para a importância da prevenção aos acidentes de trabalho, cuja data é celebrada no próximo dia 27 de julho.
 
Em busca da diminuição desses números, cada vez mais os setores de Recursos Humanos têm adotado iniciativas voltadas à promoção de saúde e
segurança do trabalho, de forma que exista uma cultura de bem-estar na organização. “O tema merece muita atenção, já que levar essa discussão e
reflexão para os gestores e colaboradores contribui com a prevenção de fatores adoecedores e ajuda a empresa e as pessoas a rever e lidar melhor
com esses aspectos. Além disso, sabemos que uma pessoa em ambiente saudável gera melhor engajamento e resultados”, relata a gestora de RH e
professora da UNIFACS, Priscilla Carvalho.
 
Priscilla destaca que o papel do profissional de RH não se restringe a questões físicas e inclui também a saúde emocional, trazendo temas como
gerenciamento das emoções, prevenção do estresse, depressão, ansiedade e assédio moral. O importante é adotar programas de melhorias contínuas e
compatíveis com cada campo e profissão.
 
A atuação do profissional dessa área é primordial na adoção de medidas voltadas à prevenção de acidentes de trabalho. É o setor de RH que
promove iniciativas como palestras, oficinas, campanhas educativas, prática de ginástica laboral, implantação e programas da CIPA (Comissão Interna de
Prevenção de Acidentes), cursos com noções de primeiros socorros e treinamentos.
 
Já para as situações de cuidados com a saúde mental, algumas empresas já adotam um modelo que permite ao funcionário mudar para uma função que o
desgaste menos. Em alguns casos, é possível ainda que o colaborador obtenha afastamento temporário durante seu período de recuperação.
 
“Quando existe uma cultura de bem-estar e segurança na empresa, ambos os lados são beneficiados. O colaborador por atuar e conviver em um ambiente
saudável, com bom clima organizacional e condições adequadas de trabalho, que gera mais engajamento e satisfação. E a empresa que vê estes aspectos
refletidos positivamente na imagem organizacional, assim como na produção e lucro. Com isso minimiza a rotatividade de funcionários, reduz causas
trabalhistas e ocorrências de acidentes de trabalho e os custos associados”, resume a professora.
 
Os números
No país, a Bahia ocupa a oitava posição em número de ocorrências. Já no estado, a maior parte dos acidentes acontece em Salvador (34%), seguido de
Feira de Santana (7%) e Camaçari (5%). O número de mortes ocorridas no trabalho chegou a 94 no estado, do total de 2.022 óbitos em todo o país. Os
dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho também mostram que, no Brasil, a cada dez mil trabalhadores, 102 sofreram algum tipo de
acidente, e seis morreram em decorrência da atividade profissional.
 
Em outro levantamento feito pelo Ministério da Saúde no período de 2007 a 2017 mostra a ocorrência de 1.324.752 casos de doenças e acidentes
relacionados ao trabalho. Desse total, foram 703.193 acidentes de trabalho graves, 466.137 acidentes de trabalho por exposição a material biológico e
50.841 intoxicações exógenas (exposição a substâncias químicas). O registro de doenças relacionadas ao trabalho também impressiona - 77.732 casos de
LER/Dort, 8.607 casos de transtornos mentais, 6.645 casos de perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR), 6.554 casos de dermatose ocupacional, 3.810
casos de pneumoconiose, e 1.233 casos de câncer ocupacional.

Sobre a UNIFACS
A UNIFACS – Universidade Salvador, integrante da rede internacional de universidades Laureate, líder global no segmento de educação superior, é uma
das maiores universidades da Bahia. Fundada em 1972, a UNIFACS oferece cursos de graduação (bacharelado e tecnológica) nas modalidades presencial
e a distância, e de Pós-graduação lato (especializações e MBA’s) e stricto sensu (mestrados e doutorados), além de desenvolver atividades de pesquisa
e extensão que contribuem para o desenvolvimento econômico em social do nosso estado. Atualmente, a Universidade conta com sete campi na capital
baiana, um em Feira de Santana, maior cidade do interior baiano, além de polos de EAD (Ensino a distância) espalhados por diversos municípios da
Bahia, além dos estados do Ceará, Paraná, Paraíba e Pernambuco, sendo a primeira instituição particular baiana a ser credenciada pelo MEC para oferecer
cursos na modalidade de ensino a distância. Para mais informações: www.unifacs.br

Deixe seu comentário
Avenida Tancredo Neves, Nº 274, Centro Empresarial Iguatemi, Caminho das Árvores, Salvador - BA, CEP 41.820-907
Onde estamosAv. Tancredo Neves, 274
Centro Empresarial Iguatemi, Bloco B Sala 317/318
Caminho das Árvores - Salvador - Bahia
CEP 41820-020
55 71 3450-5347 55 71 3450-5348
comunicativa.associados
Associada:
Filiada:
2017 - 2019. Comunicativa Associados. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital